A colonização e o processo de imigração da Região Sul do Brasil

E aí guri, tudo bem? Hoje vamos bater um papo trilegal. Barbaridade o tamanho desse Brasil, tchê. Tenho certeza, que você não deve estar entendendo muito bem o que estou falando e deve estar pensando que a Titta enlouqueceu, não é mesmo?! Nada disso, apenas estou utilizando algumas gírias muito comuns na região sul do Brasil, principalmente no Rio Grande do Sul. Pelo imenso tamanho que possuí nosso país, cada região desenvolveu características culturais e linguísticas próprias relacionadas a colonização, ao processo de imigração, o clima e o desenvolvimento econômico. No nosso post de hoje vamos conversar um pouco sobre a região Sul do Brasil. Você sabe me dizer como essa região foi povoada? Não? Ah, então vem com a Titta conhecer um pouco mais dessa história.

A sociedade brasileira foi formada por imigrantes de diferentes partes do mundo. Durante os três séculos de colonização, inúmeros europeus, sobretudo portugueses, migraram e estabeleceram moradia aqui no Brasil. Da mesma forma, milhares de escravos africanos foram forçados a migrar para cá através do infame comércio que perdurou até finais do século XIX. O papel dos diferentes povos na formação do Brasil foi fundamental levando a construção de uma sociedade marcada por uma forte miscigenação racial. Contudo, observamos algumas características regionais relacionadas a esse processo histórico de imigração, tal como a grande quantidade de pessoas negras e da influência da cultura africana em cidades como a Bahia e o Rio de Janeiro, tendo em vista que estas cidades receberam o maior número de africanos entre os séculos XVI e XIX.

Na região Sul, o processo de colonização e povoamento também esteve relacionado à imigração. Inicialmente, devemos lembrar que essa região não pertencia à Portugal mas sim à Espanha pelo tratado de Tordesilhas. Mas, quem realmente ocupou a região a partir do século XVII foram os portugueses, através da criação de gado que abasteceu as cidades de Minas Gerais durante o ciclo minerador. Somente no século XIX que a região Sul passaria por um processo mais intenso de povoamento com a chegadade imigrantes da Alemanha e da Itália e em menor número da Rússia, da Polônia, do Oriente Médio e de outros lugares do mundo. Essa imigração foi incentivada pelo governo brasileiro no século XIX, principalmente, após a abolição da escravidão. Os imigrantes foram os fundadores de cidades de grande importância como, por exemplo, Caxias do Sul. Introduziram também a policultura e o sistema de pequenas propriedades marcando seus costumes no estilo arquitetônico, no idioma e na culinária. O grande número de imigrantescontribui para a construção de uma cultura local própria, exemplos disso, são os as festas e as vestimentas típicas. O desenvolvimento da cultura do vinho também é uma marca dessa influência.

Atualmente, a região Sul do Brasil é a que possui o maior índice de desenvolvimento humano do país. Apesar da manutenção da agropecuária como principal característica econômica, já se desenvolveram importantes polos industrias na região, principalmente, nas grandes capitais como Curitiba e Porto Alegre. Com uma população majoritariamente branca, um traço da colonização como vimos acima, o sul possui um clima subtropical, diferente do restante do país. Em algumas cidades chega inclusive a nevar em algumas épocas do ano. O povoamento diferente dessa região serve para percebermos a imensidão do nosso Brasil e como somos formados por diferentes culturas, que contribuíram na construção da nossa história. Viva o Sul!! Um abraço guri e até a próxima!

Titta Resor “Titta”

Filha única de historiadores e educadores, tive meus pais sempre muito presentes na minha vida. Por isso, nunca tive dúvida de que seguiria seus passos. Eles sempre contavam inúmeras histórias para ilustrar o que queriam ensinar. Percebia que meus amigos não tinham a mesma oportunidade. Eles sempre reclamavam da ausência dos pais e percebia que isso afetava o comportamento deles. Assim, resolvi mergulhar em um grande projeto: como usar a História para levantar questionamentos e ensinar “boas” atitudes para as pessoas? Resolvi usar o bom exemplo dado pelos meus pais para responder essa pergunta. Minha missão aqui, no Galera Cult, será educar através de histórias, mais precisamente contando um pouco sobre a vida de grandes personagens da História. É o que eu chamo de usar História e Biografias para educar.