Consumo de carne pelo mundo

E aí, meus amigos viajantes desse mundo! Vamos para mais uma jornada? Mais uma vez falaremos sobre diversos lugares e suas características. Trago dessa vez um assunto tudo a ver com o que está de mais quente no Brasil no momento: o consumo de carne. A operação Carne fraca da Polícia Federal colocou esse assunto em pauta. Todo mundo só fala disso. Meus amigos, sabendo de minhas viagens, fizeram a seguinte pergunta: Nando, como é o consumo de carne nos mais diversos países do mundo? Que questão irada! Busquei no meu diário, as minhas anotações sobre gastronomia em vários lugarzinhos e escrevi o seguinte texto.

A alimentação das pessoas, inclusive a quantidade de carne, depende de aspectos culturais e naturais. Na maioria das vezes, há um coincidência entre esses elementos, pois as questões naturais (clima, relevo, vegetação etc) ao longo do tempo ajudaram a construir a cultura local. Exemplo: onde no Brasil consome-se mais frutos do mar? No Nordeste, é claro. Onde há mais facilidade de pesca com aquele litoral todo. E onde no Brasil consome-se mais carne de boi? No sul, onde os pampas proporcionam condições perfeitas para a criação de gado. Aí percebemos a questão natural influenciando a questão cultural. Come-se mais carne por ter mais acesso à carne. Imagine a viagem que um bom bife de chorizo precisa fazer dos pampas até Fortaleza, no Ceará?

Aliás, no Sul do Brasil não é só onde se come mais carne no Brasil, é onde se come mais carne no mundo! Uruguai e Argentina são os países onde tradicionalmente come-se mais carne per capita no mundo, junto a outros povos supercarnívoros como Austrália, Nova Zelândia, EUA (esses americanos megaconsumidores tinham que estar aqui) e nós os brasileiros. Afinal, são os países que possuem mais campos em seu relevo, criam mais gado e consomem mais carne. Percebeu a conexão?

Do outro lado da tabela, está a Índia. Neste país, a maioria da população é hindu. Essa religião prega que a vaca é um presente divino, ou seja, um animal sagrado e, por isso não pode ser abatido. Consequência? O consumo de carne por pessoa nesse país é cerca de 25 vezes menor que no Brasil.

E por que devemos restringir nosso papo à carne bovina? Há vários países, como China, Vietnã até de primeiro mundo como Suíça e Canadá, onde as pessoas consomem carnes de gatos e cachorros, para citar os mamíferos... rsrsrs... Nunca tive coragem de provar esses animais, pois há muitas denúncias de maus tratos e abates cruéis. Penso que essa energia não é legal e por isso fico de fora.

Espero que tenham gostado do meu compartilhamento. Como sempre digo, mente aberta, pois há muitos lugarzinhos nesse mundão e muito a aprender com cada hábito, cultura e pessoas em geral. É isso aí, pessoal. Até mais!

#carnepelomundo #menteaberta

Nando

Sempre fui um viajante. Se não viajo com os pés, viajo com minha imaginação, desbravando os lugares mais distantes e inóspitos que eu possa ir. Lá em casa, meus pais sempre trabalharam muito para me dar um bom padrão de vida. Apesar de ter estudado em boas escolas e sempre ter tirado boas notas, me sentia culpado por eles estarem sempre preocupados com o dinheiro e muitas vezes deixava de me divertir por causa disso. Aos meus 18 anos de idade, meus pais se separaram. Essa experiência me impactou muito, pelo fato de eu ser filho único, acabei vendo minha família desmoronar. Então a partir daí, passei a viajar mais ainda. Agora aos 20 anos, eu viajo o mundo e levo uma vida totalmente diferente da qual eu tinha com os meus pais. Busco aprender de forma prática e significativa, diferente das escolas por onde estudei, não me apegando a bens materiais e sempre viajando leve.