Raciocínio lógico

Salve, salve galerinha mais “nerdlinda” do meu mundão! Tudo suave? Vocês conhecem Rubik e sua mais fantástica invenção?

Em 1974, um jovem professor de arquitetura de Budapeste (Hungria) chamado Erno Rubik criou um objeto que não deveria ser possível. Mesmo após de ter sido girado, o cubo não quebrou ou desmontou. Com adesivos coloridos em suas faces, o cubo foi embaralhado e assim surgiu o primeiro “Cubo de Rubik”.

Desde o seu lançamento internacional em 1980, estima-se que foram vendidos mais de 350 milhões de cubos. Aproximadamente uma a cada sete pessoas já brincaram com o quebra-cabeça. Este pequeno cubo de seis cores passou a representar uma década. Ele apareceu em obras de arte, vídeos famosos, filmes de Hollywood e até teve o seu próprio programa de TV. Representava tanto genialidade quanto confusão, deu início a um novo esporte (speedcubing), e já até foi para o espaço.

Cara, o irado do Cubo Mágico é que quando vê um embaralhado, sabe o que exatamente precisa fazer, sem alguma instrução. Porém, sem instrução é quase impossível de se resolver, fazendo com que ele seja umas das invenções mais iradas já produzidas.

Um grupo de matemáticos americanos concluiu que é possível resolver qualquer combinação do quebra-cabeças em apenas 20 movimentos ou menos. (tipo, hã?!)

Em 1981, o matemático Morwen Thistlethwaite chegou a um algoritmo capaz de resolver qualquer posição do cubo mágico em 52 movimentos. Desde então, o número vem sendo reduzido - a última vez, em 2008, para 22.

"Sabemos ao certo que o número mágico é 20", disse o matemático da Universidade Kent State, nos Estados Unidos. Ele disse, entretanto, que a maioria das posições requer entre 15 e 19 movimentos.

Segundo ele, das cerca de 43 bilhões de combinações possíveis com o cubo, 100 milhões podem ser resolvidas com exatos 20 movimentos. O restante, com menos.

Diz o nosso matemático nerdlindo:

"Levou 15 anos após a introdução do cubo para encontrar a primeira combinação que provavelmente requeria apenas 20 movimentos para ser solucionada", disseram os pesquisadores. É apropriado que, 15 anos mais tarde, provemos que 20 movimentos são necessários para qualquer combinação."

As equações para resolver os enigmas no menor número de movimentos são muito complexas para serem memorizadas por um mortal comum. Em geral, são necessários computadores e até supercomputadores.

Já o "número de Deus" é assim chamado porque os pesquisadores assumem que somente Deus usaria este algoritmo para resolver o problema.

As pesquisas para definir o algoritmo da equação "divina" usaram um arsenal de capacidade informática providenciadas pela gigante de tecnologia Google, que não divulga detalhes dos sistemas de computação oferecidos para a pesquisa, concluída em semanas.

Os pesquisadores dividiram todas as possibilidades em 2,2 bilhões de grupos, cada um contendo 20 bilhões de posições. Para processar todos os dados que a pesquisa requeria, seriam necessários 35 anos de trabalho de um computador normal, disse Davidson, um dos caras que participaram dessa pesquisa.

"Para mim, achar o 'número de Deus' é como descobrir um círculo", disse Davidson. "O cubo mágico é um clássico dos anos 1980, época em que eu cresci, e uma das razões por que entrei na matemática."

"É a popularidade universal do quebra-cabeça", justificou. "É provavelmente o quebra-cabeça mais popular da história humana."

Olha que irado isso! Nos dias 17, 18 e 19 de julho de 2015, o Brasil vai sediar o que seria o início de um campeonato mundial de cubo mágico com mais de 50 países. (tipo, hã?!). Sabe-se que o último campeão foi um norte-americano de nome Collin Burns com o recorde mundial de solução do quebra-cabeça em 5,25 segundos. Tipo, muito rápido!!!

Para saber mais do assunto, clique:

Aqui, aqui e aqui!

E aí gostou do assunto? Então, vem pro meu mundo!!!!!!

Tamires Damaceno “Matmad”

Para mim tudo é Matemática. Não escondo de ninguém, tenho até orgulho de dizer: sou uma racionalista. Sou tão fã da ciência que me apresento como Matmad, em referência à disciplina, e uma espécie de anagrama das primeiras letras do meu nome e sobrenome. Busco lógica em todas as situações e para todas as tomadas de decisão, além de adorar fazer contas e estimativas para tudo. Aos 22 anos, já me graduei em Matemática e faço cursos no IMPA. Por isso, tem algo que me enlouquece. Como muitas pessoas têm aversão à Matemática?!?! Como?!?! Pensando nisso, aceitei entrar para o Galera Cult. Meu projeto aqui é promover a Matemática como saber cotidiano e interdisciplinar, reverter o medo e o ódio que muitos sentem pela disciplina e conquistar mais adeptos da minha “religião” kkkkk