Barcelona vs Real Madri

Nas minhas andanças pelo mundo, um hábito que tenho e faço sempre que posso é visitar estádios de futebol e de preferência assistir a jogos. Acredito que seja uma baita experiência para compreender a cultura local. Cada estádio, cada torcida é uma viagem a parte. Já fui a estádios que precisava de animador para mover a torcida, outro em que havia grades e paredes de vidro para proteger a torcida adversária, outros em que não havia muros que separavam a torcida do campo, já vi muita coisa.hehehe

Uma lenda do rock: Chuck Berry

Oi, meus amores! Tudo bem? Venho falar para vocês uma notícia não muito boa, Chuck Berry faleceu. É isso mesmo. A polícia dos Estados Unidos, no Missouri, informou que ele foi encontrado em sua casa já sem os sinais vitais. Que perda! Ele foi compositor, cantor e guitarrista estadunidense e um dos pioneiros do rock androll. Além disso, foi guitarrista ídolo dos Beatles e Rolling Stones. Durante a sua carreira gravou baladas românticas (Havana Moon), blues (WeeWee Hours), mas foi com o rock que ele ganhou sua fama. As músicas que mais gosto são Johnny B.

Consumo de carne pelo mundo

Consumo de carne pelo mundo

E aí, meus amigos viajantes desse mundo! Vamos para mais uma jornada? Mais uma vez falaremos sobre diversos lugares e suas características. Trago dessa vez um assunto tudo a ver com o que está de mais quente no Brasil no momento: o consumo de carne. A operação Carne fraca da Polícia Federal colocou esse assunto em pauta. Todo mundo só fala disso. Meus amigos, sabendo de minhas viagens, fizeram a seguinte pergunta: Nando, como é o consumo de carne nos mais diversos países do mundo? Que questão irada!

Mas por que tantas vacas?

Mas por que tantas vacas?

Oi, meus amores! Tudo bem? Fui com meu amigo Li tomar a vacina de febre amarela e quando estávamos saindo do metrô percebi que tinha uma vaca toda fashion no meio da estação. É isso mesmo, uma vaca! Fiquei mega curiosa e descobri que estava rolando a CowParade Brasil 2017 em São Paulo. Esse é o maior e mais bem sucedido evento de arte pública no mundo e aqui no Brasil já está na sua 10ª edição e pela primeira vez terá como tema “uma viagem pelo mundo”.

Vamos viajar?

Fala, pessoal! Hoje, iremos falar sobre turismo: coisa, por sinal, que eu sou admirador, desde que meus pais se separaram. 

Não sei se vocês sabem, mas meus pais se separaram por não se conciliarem através da renda da casa. Eles ficavam brigando e achavam que precisavam poupar sempre: minha mãe não poupava em roupas, mas poupava em saídas. Já meu pai não queria saber de gastos com as aparências, mas não dispensava um bar aos fins dos sábados. Já imaginou as discussões, né?! 

“New York, New York...”

Viajar sempre foi um prazer na minha vida! Como bom viajante, não poderia deixar de dar um pulo em Nova Iorque: uma das cidades mais bem representadas no cinema, na literatura e também na música. Minha decisão não foi à toa de ir para lá: sempre me pareceu agradável passar um tempo nos bancos do Central Park – um parque clássico na paisagem norte-americana – ou ir fazer compras na Quinta Avenida, chamada também de Fifth Avenue

Cinema

E aí, GaleraCult! Ao falar de filmes, eu não consigo deixar de diferenciar o cinema nacional do cinema internacional. O cinema nacional, por muito tempo, foi alvo de comentários ácidos da crítica nacional e internacional, sobretudo da crítica popular. O cinema internacional, por sua vez – sobretudo o americano e os do oeste europeu – sempre tiveram maior visibilidade e respeito da crítica, em geral.

Ilha de Paquetá

Às vezes, nós estamos tão ocupados pensando em viajar pra longe ou até mesmo pra outro país que acabamos esquecendo o quão interessante e diversificada pode ser a nossa paisagem: a paisagem brasileira.

Não tem muito tempo, decidi ir à Ilha de Paquetá, que fica a uns 17 quilômetros da Praça XV, ali no centro do Rio de Janeiro.  Era sábado e queria distrair a cabeça, pensar na vida. Sempre acredito que pensar na vida em outros lugares e sozinho pode ser válido para descobrir um pouco mais de nós mesmos.

Reis e rainhas

A Inglaterra é um dos únicos países que ainda mantém o título de monarquia em seu governo. Engraçado que, quando fui lá, sempre ouvia notícias do primeiro-ministro e do parlamento da Inglaterra sobre decisões importantes para o governo. Fiquei me perguntando: e os reis e rainhas desse país? Não decidem nada?

Páginas